24 de jul de 2011

Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 13:15 | 2 comments

Dicas de congelamento de carnes

Para conservar os alimentos, principalmente as carnes, é fator determinante o bom armazenamento, o ambiente, entre outros. E para ajudar você, elaboramos uma série de dicas fundamentais!

Carnes Vermelhas
  • Qualquer que seja a carne que você pretende congelar, limpe-a antes scom um pano úmido (evite lavar para não acrescentar mais água). Logo, retire toda a gordura pois produz ranço e se deterioriza mais facilmente,pondo em risco a peça toda.
  • Você pode congelar a carne crua ou cozida. Quando crua, não a tempere, nem mesmo com sal, pois o tempero modifica o sabor e reduz o tempo de estocagem.
  • Ao congelar, coloque as peças em saco plástico, plástico adesivo ou até mesmo em papel alumínio.Retire com cuidado todo o ar de dentro da embalagem para não prejudicar a conservação e evitar escurecimento.
  • Não bata bife antes de congelá-lo, pois o martelo rompe as fibras da carne, ocasionando ressecamento e perdas do valor nutritivo.
  • Carnes defumadas ou em conserva não precisam ser congeladas. Mas se levar ao freezer, para prolongar o prazo de consumo, embale adequadamente.
  • Bifes e costeletas devem ser empilhados em quantidades suficientes para compor uma refeição individual ou familiar. Não se esqueça de separar cada pedaço com plástico ou papel alumínio para não grudar um no outro.Isso vale par hamburgueres e almôndegas.
  • Se congelar carne cozida, prepare-a com pouquíssimo tempero e evite molhos. Asse ou a refogue normalmente, deixe esfriar e acondicione em uma travessa para que ela tome o seu formato, facilitando a ida ao forno. Use o método de forrar o recipiente, caso não disponha de muito espaço no freezer.
Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 10:09 | No comments

Receitas sem glúten

Rocambole salgado sem glúten





Ingredientes
- 3 U de ovos
- 1/4 XCH de polvilho doce
- 1/4 XCH de polvilho azedo
- 1/2 CS de fermento em pó químico
- 1/2 CCH de sal


Recheio
- 150 g de carne moída
- 2 CS de óleo de canola
- 1 U cebola picada
- 1 CS de cheiro verde bem picado
- 1/2 CCH de sal
- 1 U de tomate picado sem casca e sem semente
- 1/4 XCH de água quente
- 1 XCH de molho de tomate pronto


* Modo de preparo
Massa
Bata as claras em neve, adicione as gemas peneiradas, uma a uma e bata bem;
2° Adicione os demais ingredientes e bata até a massa ficar bem cremosa;
3° Asse em forma untada e polvilhada (polvilho azedo) em forno médio por 15-20 minutos. Ela deve ficar amarelinha mas sem dourar;
4° Desinforme ainda quente sobre um pano úmido.


Recheio
Sapeque a cebola na panela e acrescente o tomate e em seguida o frango desfiado;
2° Deixe refogar um pouco e adicione o óleo;
3° Coloque amido de milho para dissolver num pouco de água e acrescente ao refogado;
4° Veja se está bom de sal e misture o cheiro verde;
5° Coloque o recheio na massa e enrole;
6° Cubra com o molho de tomate;
7° Corte em fatias grossas e sirva.

23 de jul de 2011

Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 13:29 | No comments

Ômega-3 reduz ansiedade de estudantes

           Inúmeros  efeitos dos óleos ômega-3 para a saúde já são bem conhecidos, e bem documentados pela ciência.
           Agora, em uma descoberta surpreendente, cientistas verificaram que o óleo de peixe tem um forte efeito sobre a ansiedade em pessoas jovens saudáveis.
          O efeito parece se dar em associação com a diminuição na resposta imunológica inflamatória, que tanto pode ser uma reação normal do organismo para se defender quanto uma característica associada com vários tipos de doenças.
          As descobertas sugerem que, se pacientes jovens são beneficiados por um suplemento alimentar tão específico, os benefícios para os pacientes mais idosos podem ser ainda maiores.

Imunidade e estresse

           O trabalho é mais um a documentar uma ligação entre a imunidade - a resposta inflamatória - e o estresse psicológico.
Os ácidos graxos poli-insaturados ômega-3 - incluindo o ácido eicosapentanoico (EPA) e docosahexanoico (DHA) - são considerados aditivos importantes para a dieta.
Pesquisas anteriores sugeriram que esses compostos têm um papel importante na redução dos níveis de citoquinas no corpo - as citoquinas são compostos que promovem a inflamação e com uma ação redutora dos sintomas da depressão.
         Como o estresse psicológico tem uma forte associação com a produção de citoquinas, os pesquisadores da Universidade de Ohio, nos Estados Unidos, queriam saber se o ômega-3 poderia inibir esse processo, reduzindo a resposta inflamatória.



              "Nós levantamos a hipótese de que os suplementos de ômega-3 poderiam diminuir a produção das citoquinas pró-inflamatórias," explicou Janice Kiecolt-Glaser, uma das autoras da pesquisa. "Nós imaginamos que o ômega-3 poderia reduzir o aumento das citoquinas induzidas pelo estresse, que normalmente vem com o nervosismo associado com as provas."
              As provas a que a pesquisadora se refere são provas escolares feitas pelos estudantes de medicina, que serviram como voluntários para os testes.
           Embora a inflamação seja uma resposta imunológica natural que ajuda o corpo a se curar, ela também desempenha um papel perigoso em doenças que vão da artrite às doenças do coração e até ao câncer.
             O grupo de estudantes que tomou os suplementos de ômega-3, que continham de três a quatro vezes a quantidade de ômega-3 encontrada em uma porção de peixe, teve uma redução tanto na inflamação quanto na ansiedade, comprovando a hipótese dos cientistas.

Fonte:  O Diário da Saúde
Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 13:17 | No comments

Intolerância a lactose

   Durante o processo de digestão, a lactose deve ser hidrolisada no intestino delgado em glicose e galactose. A hidrólise da lactose é realizada por uma enzima, conhecida como lactase.
     Algumas pessoas têm má absorção ou  má digestão de lactose, isso porque  há um declínio na atividade da lactase na mucosa do intestino. Esse fenomeno é chamado hipolactasia e pode ser primária ou secundária.
    Após o desmame, ocorre uma redução geneticamente irreversível da atividade da lactase na maioria das populações do mundo, resultando em má absorção primária de lactose. A
hipolactasia também pode ser secundária a doenças que causem dano na  mucosa do intestino delgado ou que aumentem significativamente o tempo de trânsito intestinal, como nas enterites infecciosas, doença celíaca, doença inflamatória intestinal (especialmente doença de Crohn), enterites induzidas por drogas ou radiação e doença diverticular do cólon. Diferentemente da hipolactasia primária do adulto, a hipolactasia secundária é transitória e reversível.
   O aparecimento de sintomas abdominais por má absorção de lactose caracteriza a intolerância à lactose.



  Os sintomas típicos incluem dor abdominal, sensação de inchaço no abdome, flatulência, diarreia, borborigmos e, particularmente nos jovens, vômitos. A dor abdominal pode ser em cólica e frequentemente é localizada na região periumbilical ou quadrante inferior. As fezes usualmente são volumosas, espumosas e aquosas. Uma característica importante é que estes indivíduos, mesmo com quadro de diarreia crônica, geralmente não perdem peso. Em alguns casos a motilidade gastrintestinal está diminuída e os indivíduos podem se apresentar com constipação.
.
Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 11:32 | No comments

Conferência de Segurança Alimentar e Nutricional será na próxima semana

A Administração Municipal, através das secretarias municipais de Assistência Social, Cidadania e Trabalho, Educação e Cultura, Meio Ambiente e Saúde, realiza no dia 28 de julho, a partir das 7h, no anfiteatro da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campus Três Lagoas, Unidade I, a Conferência de Segurança Alimentar e Nutricional.

A Conferência Municipal é orientada pelo Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (CONSEA) com a finalidade de discutir propostas e eleger dois delegados para representar Três Lagoas na Conferência Estadual.
O que é o CONSEA?
O Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (CONSEA) é um instrumento de articulação entre governo e sociedade civil na proposição de diretrizes para as ações na área da alimentação e nutrição. Instalado no dia 30 de janeiro de 2003, o Conselho tem caráter consultivo e assessora o Presidente da República na formulação de políticas e na definição de orientações para que o país garanta o direito humano à alimentação.
Inspirado nas resoluções da Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, o Consea acompanha e propõe diferentes programas, como Bolsa Família, Alimentação Escolar, Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar e Vigilância Alimentar e Nutricional, entre muitos outros.


Fonte: Assessoria de Imprensa/ Jornal do Povo

4 de jul de 2011

Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 12:41 | 2 comments

Vinho tinto tem efeito similar ao exercício físico

Por mais estranho que possa parecer, cientistas estão sugerindo que o ingrediente saudável do vinho tinto, o resveratrol, pode prevenir os efeitos negativos causados pelo estilo de vida sedentário.
O estudo, publicado no conceituado periódico científico FASEB Journal, concluiu que a ingestão diária de resveratrol previne os efeitos nocivos que a ausência de gravidade exerce sobre os músculos e o metabolismo ósseo dos astronautas.
O trabalho descreve experiências em ratos que simularam a ausência de gravidade dos voos espaciais.
O grupo que ingeriu resveratrol não desenvolveu resistência à insulina ou perda de densidade mineral óssea, como aconteceu com aqueles que não foram alimentados com resveratrol.


Os pesquisadores sugerem que o resveratrol pode igualmente ser capaz de prevenir as consequências danosas dos comportamentos sedentários dos seres humanos em condições de gravidade normal. Os resultados do estudo também demonstram alguns dos mecanismos pelos quais o resveratrol age para impedir a perda óssea e muscular gerada pela falta de atividade.
O composto resveratrol é encontrado no vinho tinto, embora o álcool presente no vinho possa ter efeitos nocivos para a saúde.
Fonte: O Diário da Saúde
Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 12:36 | No comments

Alfarroba

Nome científico: Ceratonia siliqua L

Nativa da Costa do Mediterrâneo, a Alfarroba (do árabe al karrub),  é uma vagem, semelhante ao feijão, de cor marrom escuro e sabor adocicado. É comercializada  na forma de pó. Além disso, é muito utilizada para substituir o cacau  na produção de chocolates.

É considerado um alimento saudável e de alto valor nutritivo. A alfarroba contém vitamina A, vitamina B1, B2, niacina, cálcio, ferro e magnésio
.

Estudos recentes mostraram que a alfarroba tem grande quantidade de fibras solúveis, proporcionam retardo na absorção de glicose, redução no esvaziamento gástrico (maior saciedade), diminuição dos níveis de colesterol sanguíneo e proteção contra o câncer de intestino.
Além do mais, possui elevado potencial antioxidante, que auxilia no combate
de radicais livres e doenças degenerativas.

 Na gastronomia, a alfarroba é usada para produção de chocolates, bolos, sobremesas, crepes e bebidas. Sendo utilizada  também nas indústrias alimentícias e farmacêuticas na produção de gomas e espessantes.



Fonte: Nutrição em Foco
Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 09:18 | 1 comment

Aleitamento materno

Vantagens do aleitamento materno

*É o melhor alimento para o bebê
*É de fácil digestão
*Protege o bebê contra várias doenças
* Transmite amor e carinho, fortalecendo a relação mãe e filho
* Está sempre pronto, em qualquer hora e lugar, na temperatura ideal
* É de graça

Dicas de aleitamento materno

- Cuide adequadamente das mamas. Para evitar rachaduras, não lave os mamilos antes e depois das mamadas. Basta o banho diário, evitando o uso de sabonetes dos mesmos.

- Coloque o bebê na posição correta para mamar. Para que o bebê sugue bem, ele deve estar em posição de poder abocanhar não só o mamilo (bico do peito), mas grande parte da auréola(parte escura do peito), com o corpo totalmente voltado para a mãe (barriga com barriga).

- Sugar o peito é o que estimula a produção do leite. Por isso, não dê ao filho chás, água, sucos ou outro leite nos 6 primeiros meses de vida.

- Evite que a mama fique muito cheia e pesada. Se isto acontecer, lave bem as mãos, faça massagens circulares com as pontas dos dedos, pressionando as mamas do mamilo para a base.
Depois, coloque os dedos onde termina a aréola e aperte com cuidado até o leite sair, guarde em um frasco de vidro fervido por 10 minutos, no congelador da geladeira e do freezer por 15 dias ou doe para um banco de Leite Humano.

- O uso de de bicos, chupetas, mamadeiras devem ser evitados, pois prejudicam a amamentação, uma vez que os bebês que fazem uso de mamadeiras acabam largando o peito.

- A mãe que amamenta deve tomar líquidos em abundância, melhorar a alimentação, dormir e descansar sempre que possível.

23 de jun de 2011

Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 07:32 | 2 comments

Diabetes

  • Os produtos "diet" ou light" podem ser usados à vontade?
Não. Alguns contêm açúcar, enquanto os outros, como os chocolates dietéticos , mesmo não contendo açúcar são desaconselhados pelo alto valor calórico.

  •   Todas as frutas são permitidas para as pessoas com diabetes?
Sim. Elas contêm o açúcar natural que não prejudica a saúde de quem tem diabetes, desde que usadas em quantidades adequadas , conforme a orientação nutricional.

  •  As carnes, ovos e queijos  podem ser usados à vontade?
Não. Mesmo não contendo açúcar, eles possuem proteínas que, em excesso, também alteram a glicemia e sobrecarregam os rins. Além  de serem  ricos em gorduras saturadas e colesterol que, em excesso, podem comprometer o sistema cardiovascular de quem tem diabetes e causar pressão alta e doença renal.
  • O leite e iogurte devem ser consumidos por diabéticos?
Sim. Eles são fontes de proteínas e de cálcio, importantes não só para o crescimento, como para boa formação dos ossos  do adolescente e evitar perdas ósseas em adultos e idosos.
  • Quem tem diabetes pode consumir bebidas alcoólicas?
Depende. Quando consumidas com moderação. Mas vale ressaltar que as bebidas alcoólicas são ricas em calorias, provenientes do álcool e do açúcar que algumas contêm.

  •  A água tônica pode ser usada como um produto dietético?
Não. Se ela não é diet, significa que contém açúcar. Seu sabor "amargo" é dado por uma substância química que "mascara" o açúcar presente na bebida.
  • O mel e o açúcar mascavo podem ser usados em substituição ao açúcar pela pessoa com diabetes?
Não. Esses produtos contém sacarose (açúcar).
  • A pessoa diabética pode comer massas em geral?
Sim, mas com moderação seguindo a recomendação do seu nutricionista.

FONTE: IAPD

19 de abr de 2011

Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 13:29 | 2 comments

Momentos da vida em que mais se ganha peso

Comer tudo que se vê pela frente pode ajudar a ganhar uns quilinhos a mais, e essa comilança pode ser maior ainda em alguns momentos da vida. As etapas das nossas vidas em que ficamos mais sujeitos a engordar  podem ser decorrentes de fatores sociais, psicológicos e genéticos. No entanto, esses momentos podem ser controlados pela força de vontade em manter a saúde e o peso adequado.


O ganho de peso pode acontecer quando você....
  • Casa
Quando as pessoas se casam, a maioria delas deixam de se preocupar com a aparência. Afinal, já se casaram e, a princípio, não precisam surpreender mais ninguém. Mas não é só o fato de ficarem mais tranquilos com a aparência! Quando se casa há uma certa ansiedade, pois tudo é novo: nova rotina e novos hábitos alimentares. Os homens casados geralmente passam a ter uma vida menos agitada do que na época de solteiros. Acostumam-se com a rotina do lar, com as comidinhas feitas pela mulher e, com isso, ganham peso. A melhor forma para manter o peso, neste caso, é o casal ter hábitos alimentares saúdaveis, de modo que os dois juntos tenham uma alimentação balanceada e fiquem satisfeitos um com o outro.

  • Fica grávida
Geralmente, na gravidez, as mulheres sentem muita fome e acabam comendo demais e, por estarem nessa fase, acham que pode comer de tudo e por dois. Realmente as necessidades nutricionais da gestante aumentam, mas isso não quer dizer que ela tenha que comer compulsivamente a ponto de engordar mais que o necessário. É importante ter controle sobre a alimentação na gravidez, para que a gestação seja tranquila, o bebê seja saudável e o retorno ao peso pré-gestacional fique mais fácil. Para isso, a melhor opção é o acompanhamento nutricional na gestação. Para ajudar na perda de peso após o parto é essencial a amamentação juntamente com uma boa alimentação e exercícios físicos.
  • Chega aos 30 anos
Quando algumas pessoas chegam aos seus 30 anos ou mais, começam a engordar, principalmente as mulheres. Isso ocorre porque em torno dessa idade há uma queda do metabolismo do indíviduo, ou seja, o organismo vai gastar menos calorias para executar as funções do que costumava gastar quando o indíviduo era jovem. A atividade física realizada com regularidade é fundamental para a manutenção do peso, principalmente a musculação, pois o ganho de massa magra aumenta o metabolismo. Isso ajuda a emagrecer e diminui a flacidez muscular.  E calro, uma boa alimentação associada ao exercício físico é indispensável.

  • Mora sozinho
As pessoas que moram sozinhas geralmente têm dificuldades com a alimentação. Elas preferem fazer as refeições fora de casa por ser mais prático e financeiramente mais viável, já que é só uma pessoa em casa. Quando vão ao supermecado, principalmente jovens, compram muitos alimentos industrializados e menos perecíveis, deixando de lado alimentos saudáveis, como frutas e verduras. Não estabelecem horários para as refeições, comem quando sentem fome. Por fazerem a maioria das refeições sozinhas, não mastigam bem, comem muito rápido. Com base nesses hábitos, pode-se perceber que morar sozinho é estar propenso a ganhar peso. É importante que essas pessoas procurem companhias que tenham os mesmos objetivos de manter a saúde ou emagrecer. Também é indicada a busca por restaurantes self-service em detrimento dos fast-foods, pois os primeiros oferecem uma grande variedade de saladas e outros pratos saudáveis.
  • Perde o emprego
Ficar desempregado é uma sensação muito ruim, que reflete na auto-estima e na vida social do indíviduo. Em alguns casos, o indíviduo não tem vontade de sair de casa, não se preocupa com a aparência e se sente deprimido. Com tudo isso, a comida vem como refúgio para dar sensação de prazer. Perder o emprego realmente não é fácil para ninguém. Mas o que vai adiantar ficar se lastimando? O negócio é bola para frente e tentar outras oportunidades, quem sabe até melhores do que você tinha. E quando elas surgirem é importante ter uma boa aparência e a saúde em dia, porque isso talvez  possa favorecer o retorno ao mercado de trabalho.
  • Briga com o namorado

Quando mulheres brigam com namorado ou marido, algumas delas ficam desorientadas e muitas se consolam com comida, principalmente com alimentos calóricos, como chocolates e sorvetes. No momento da raiva, elas comem doces compulsivamente, buscando um aumento da liberação da serotonina, o hormônio do prazer. A ingestão excessiva desses alimentos pode ocasionar ganho de peso. Os homens muitas vezes buscam alívio em bebidas alcoólicas, o que não é uma regra. Também saem mais. O ideal é manter o estado emocional equilibrado e controlar a ansiedade através da ingestão de alimentos ricos em fibras e do fracionamento das refeições.
  • Comemora festas de final de ano
Nos finais de ano, há muitas datas festivas: amigo secreto, Natal Reveillon, despedidas em geral. As festas são compostas por refeições calóricas com alimentos muito gordurosos, doces e bebidas alcoólicas. Assim, as pessoas comem demasiadamente por serem comidas saborosas. E pensam: tudo é festa no fim de ano. Geralmente viajam e isso também contribui para a comilança. Como ninguém é de "ferro" para fazer dieta nessa época, o melhor a se fazer é conseguir manter o peso, e não se privar de comer seus pratos favoritos. Para não engordar, tentem comer pequenas porções, continuem sua rotina de exercícios e bebam bastante água. E cuidem-se durante o ano todo! Assim, quando chegarem as festas, vocês estarão mais preparado para poder sair da linha!
  • Tem vida social agitada
Quando uma pessoa tem uma vida social muito agitada, sai muito para bares, reunião entre amigos, shows, festas corre... o grande risco de engordar. O que mais têm nesses lugares são bebidas e comidas calóricas e, na maioria das vezes, as pessoas ficam sem graça de recusar as comidas oferecidas. Elas também são influenciadas pelas companhias, a sair e consumir refeições e bebidas calóricas. Para manter a saúde tendo uma vida agitada, a melhor forma é sair com pessoas que tenham bons hábitos alimentares, não abusar de bebidas alcoólicas frequentemente e  procurar bares ou restaurantes que forneçam pratos saudáveis.

  • Tem uma rotina de trabalho ou estudo
As pessoas que trabalham ou estudam demais são bastante estressadas. Com a correria, quase não fazem as refeições principais, não têm horário para comer, trocam essas refeições principais por pequenos lanches e beliscam muito no momento de tensão. Não tem tempo para fazer exercícios, só querem ficar em casa devido ao extremo cansaço. E quando saem, é para baladas, esquecendo-se da caminhada ou academia. Esses fatos mostram que a rotina do trabalho ou estudo proporciona uma alimentação inadequada, causando riscos de ganho peso. O interessante para estas pessos é estabelecer horários para todas as refeições, hidratarem-se bem, organizarem as compras para fazerem lanches saudáveis em casa e no trabalho e reservarem um tempo para os exercícios físicos. Assim terão um melhor rendimento nos estudos ou trabalho.


Realmente, esses momentos da vida são fatores complicadores na manutenção ou perda de peso, mas é preciso ser forte e pensar que se você está satisfeito com seu corpo, a sua auto-estima aumentará e assim terá força de vontade para ter hábitos saudáveis e controle emocional.

Escrito por Karine Mendanha


8 de abr de 2011

Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 11:41 | 2 comments

Chocolate


Mitos e verdades

  • Chocolate causa acne?
Nos dias atuais, as pesquisas mostraram que ele não causa e nem agrava os casos de acne. Um estudo realizado no Departamento de Dermatologia da Escola de Medicina da Universidade da Pensilvânia, demonstrou que o consumo de chocolate não estava relacionado ao desenvolvimento ou agravamento da acne.

  • Chocolate causa cárie?
Todos os alimentos que contêm carbohidratos fermentáveis podem contribuir para formação de cáries. Pesquisas no Forsyth Dental Center, em Boston, e na Escola de Odontologia da Universidade da Pensilvânia, mostraram que o chocolate é capaz de anular o potencial acidificante do seu açúcar. Ainda, ele reduz a desmineralização - um processo
diretamente relacionado ao surgimento de cáries. O açúcar contido no chocolate pode causar cavidades nos dentes, mas não é mais perigoso que o açúcar contido nos demais alimentos. O que importa é uma boa higiene bucal, e não o tamanho da caixa de bombons.
  • Chocolate é afrodisíaco e vicia?
Estudos afirmam que o chocolate estimula a produção de feniletilamina, substancia que tem se associado ao sentimento da paixão, o chocolate contem nutrientes que são essenciais para a energia e bom humor.
O chocolate contêm nutrientes essenciais para energia, bom humor e prevenção da insônia. Alguns destes nutrientes estão ausentes em boa parte da dieta e os cientistas acreditam que o chocolate seja sua principal fonte.
Comer vegetais folhosos verdes, como brócolis e aspargos, é uma boa maneira de evitar o desejo intenso por chocolate, pois substitui algumas das substâncias que produzem o "vício".
  • Chocolate engorda e não contem nutrientes?
O chocolate contem mais de trezentas sustâncias químicas diferentes e vários nutrientes que o corpo humano necessita. Pesquisadores mostraram que a gordura presente no chocolate não aumenta os níveis sanguíneos de colesterol, além disso, contém níveis elevados de flavonóides e fenólicos, que auxiliam na diminuição de doenças cardíacas. Em uma barra de chocolate contem 250 calorias bem ao contrario que as pessoas imaginam, portanto ele não engorda, sabendo que não deve ingerir em grande quantidade.
  • Chocolate pode causar dor de cabeça ou enxaqueca?
Não há evidências de que o chocolate possa causar dor de cabeça, mas alguns estudos sugerem que isso pode ocorrer em pessoas que sofrem de enxaquecas.

  • O chocolate meio amargo é mais calórico do que o normal?
O chocolate amargo é menos calórico, pois possui menos gordura e açúcar, além de ajudar na prevenção de doenças cardiovasculares e na diminuição do colesterol ruim.

25 de mar de 2011

Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 13:25 | 1 comment

Constipação intestinal

Conhecida como prisão de ventre ou "intestino preso", a constipação intestinal é uma doença que causa dificuldade para evacuar. As pessoas que apresentam esse problema, não apresentam regularidade intestinal, podendo até ficarem dias sem evacuar.

Vários fatores levam à constipação. É sabido que, o sintoma, é mais freqüente nas mulheres do que nos homens, sem que haja explicação para isso. Os mais idosos também têm maior freqüência de constipação do que os mais jovens, o que pode ser associado à menor ingestão alimentar; perda da mobilidade; fraqueza das musculaturas abdominais e pélvica e medicações. A presença de constipação está associada à falta de resíduos dentro do cólon; perda de sensibilidade dos órgãos que desencadeiam os mecanismos da defecação; perda das contrações dos músculos envolvidos com a defecação e obstrução mecânica.

O diagnóstico da constipação intestinal é mais difícil do que o de diarréia. É um sintoma relativamente freqüente, muitas vezes conseqüente as alteraçõesfuncionais, que derivam de padrões de comportamento. É variável o que cada paciente denomina constipação. Menos do que três evacuações por semana é considerado constipação. Geralmente, o paciente refere dificuldade para evacuar, fezes duras, urgência sem que consiga evacuar, baixa freqüência de evacuações e sensação de evacuação incompleta. Em condições alimentares e de vida normais, um indivíduo evacua fezes formadas a intervalos que variam entre 06 e 72 horas.

Este problema é provocado em pessoas que consomem quantidade insuficiente de fibras e de água. Um outro fator agravante é o sedentarismo, pois a atividade física auxilia nos movimentos peristálticos (atividade muscular) do intestino.

A regularidade intestinal só é adequada quando os três fatores citados acima (ingestão de água, consumo de fibras e atividade física) são atendidos. Se o indivíduo adota este hábito, certamente será beneficiado não só na regularidade intestinal, como também em muitos outros benefícios ao organismo.

O consumo diário de alimentos industrializados, que, em sua maior parte, são processados, reflete negativamente no funcionamento intestinal, pois, durante o processamento, além de algumas vitaminas, a fibra também é retirada do alimento.

Alimentos como as frutas, legumes e verduras são excelentes fontes de fibras e micronutrientes, além destes, os cereais integrais como o arroz integral, centeio, aveia, pão integral, farelo de trigo, sementes de linhaça, entre outros, também são excelentes fontes de fibras.
Assim, medidas como a ingestão adequada de água, dieta rica em fibras e a prática de atividade física, ajuda a regularizar o funcionamento intestinal, além de trazer inúmeros outros benefícios à saúde.
Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 11:15 | 1 comment

Obesidade

         













 De acordo com a OMS, a obesidade é uma doença crônica em que o excesso de gordura corporal acumulada pode atingir graus capazes de afetar a saúde, e reduzir a qualidade de vida. Ela tem enorme prevalência nos países desenvolvidos e em desenvolvimento; atinge homens e mulheres, de todas as idades e etnias.
           O excesso de gordura resulta de sucessivos balanços energéticos positivos, em que a quantidade de energia ingerida é superior à quantidade de necessária. Os fatores que determinam este desequilíbrio são complexos que podem ter origem genética, metabólica, ambiental e psicológica (comportamental).
          Levar uma vida sedentária, ingerir grandes quantidades de carboidratos, lipídios e
álcool; comer por ansiedade, raiva ou tristeza; período de gestação ou menopausa; uso de medicamentos antidepressivos e presença de doenças como o hipotireoidismo são alguns fatores de risco da obesidade.
          Essa doença pode causar grandes conseqüências na saúde, pois acarreta uma série de doenças como: colesterol alto,
hipertensão, doenças dificuldade de respirar, problemas hepáticos, apnéia do sono, infertilidade, amenorréia (ausência anormal da menstruação), carcinoma da mama, fadiga, diminuição das funções motoras e doenças comportamentais e psicológicas.
          Essas doenças psicológicas e comportamentais merecem uma maior atenção, pois têm sido as principais causas e conseqüências da obesidade em mulheres. O indivíduo obeso além da sua gordura corporal, leva consigo fatores psicológicos como descriminação, rejeição, auto-estima baixa, sentimentos esses que o levam a aumentar seu consumo alimentar e com isso ganhar peso. É notável que em sua maioria, obesos se tornam ou se mantém assim por fatores psicológicos que o fazem comer mais do que precisa, pois muitos buscam na comida sua válvula de escape. A obesidade um ciclo vicioso, onde se come para um bem estar, só que esse bem estar nunca vem e com isso o indivíduo continua comendo e aumentando seu peso. Seus problemas psicológicos só tendem a aumentar!
         Os principais indícios de que o paciente obeso precisa de acompanhamento psicológico são basicamente quando este está deprimido, ou se retrai e não sai de casa, rejeitando o convite de amigos. Com meninas é mais comum. As amigas chamam pra sair e a menina fica em casa, achando que todos vão ficar reparando ou não vai á praia, porque acha que todas as pessoas vão para pra olhar suas “gordurinhas”. Aproximadamente 30% das pessoas que procuram tratamento para emagrecer apresentam depressão.
        As primeiras dietas são sempre coroadas de êxito. A perda de peso na maioria das primeiras tentativas é facilmente compreendida pelo maior engajamento dos pacientes nas dietas propostas e nas várias mudanças no estilo de vida para que se disponha a fazer. No entanto, a manutenção de peso é a parte mais difícil dos tratamentos para obesidade, pois os pacientes voltam a engordar; e novas dietas são implementadas trazendo á tona a noção da fragilidade da perda de peso.
        Assim o tratamento ideal para a obesidade é a associação da dietoterapia com a psicoterapia, e dependendo do caso, a intervenção do tratamento farmacológico.   
          

8 de mar de 2011

Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 12:12 | No comments

Cuidados com alimentação no carnaval


Consumo abusivo de álcool e alimentos gordurosos está associado ao aumento dos casos de intoxicação

Neste carnaval, pule e brinque à vontade, mas não deixe de cuidar da alimentação. O alerta é da médica clínica do Hospital Geral do Estado (HGE), Kristhyna Mello. Segundo ela, o consumo abusivo de álcool e alimentos gordurosos pode provocar o aumento de casos de intoxicações alimentares.

De acordo com a médica, doenças infecciosas como a salmonelose (infecção por Salmonella) são mais comuns nesta época do que imaginamos. “A probabilidade é muito grande durante festas como o carnaval. Pegamos Salmonella e outros germes pelas mãos e alimentos (tanto sólidos como líquidos) contaminados. A bactéria não altera o sabor dos alimentos imediatamente. E só a manipulação descuidada já pode contaminar um alimento anteriormente sadio”, disse.

Kristhyna explica que a Salmonella é transmitida ao homem através da ingestão de alimentos contaminados com fezes de animais. “Estes alimentos apresentam aparência e cheiro normais e a maioria deles é de origem animal, como carne de gado, galinha, ovos e leite. Entretanto, todos os alimentos, inclusive vegetais, podem tornar-se contaminados. É muito frequente a contaminação de alimentos crus de origem animal”, afirmou.

De acordo com ela, entre as 12 horas e três dias após a ingestão do alimento contaminado é possível apresentar diarreia, dor de barriga (dor abdominal tipo cólica), vômitos e febre. São sintomas que, segundo ela, podem durar de três a sete dias.

“Se as pessoas não lavam adequadamente as mãos (com água e sabão ou sabonete), as frutas, as verduras e os utensílios de cozinha arriscam-se não só a serem infectados e desenvolver a doença, mas também a causar a doença nos outros”, alertou a médica.

Em algumas pessoas infectadas, a diarreia pode ser severa, ocasionando a desidratação e sendo necessária a hospitalização. “Os idosos, crianças e aqueles com as defesas diminuídas são os grupos mais prováveis de obter a forma mais severa da doença. Uma das complicações mais graves é a difusão da infecção para o sangue e daí para outros tecidos, o que pode causar a morte, caso a pessoa não seja rapidamente tratada”, informou.

Precauções simples, como comer alimentos bem cozidos (o cozimento dos alimentos contaminados mata a Salmonella) e não comer maionese fora de casa, evitam a infecção. “Também é importante evitar alimentos de procedência desconhecida. Esses tipos de comida geralmente são feitos sem os devidos cuidados de higiene. A dica é utilizar alimentos leves, como frutas e legumes, de preferência, sem consumí-los no meio da rua, em carrocinhas”.

Deve-se evitar ainda o consumo de carnes mal passadas ou cruas. “Esse tipo de alimento, associado ao calor, aumenta o risco de intoxicação alimentar. Evite sanduíches gordurosos e excessos de frituras como pastel, coxinha e outras coisas que, embora bem gostosas, só trazem danos à saúde”.
Outra dica importante é consumir muito líquido para manter o corpo hidratado. “Além da água natural, outras opções são os sucos de fruta e água de coco, além das bebidas isotônicas. E, em casos de infecções, ter sempre em mãos a receita do soro caseiro", emendou a médica.

- Segue a receita: um copo de água filtrada (ou fervida) e fria (200 ml), uma colher (chá) de açúcar e 1/2 colher (café) de sal e sempre procurar uma unidade de saúde nos casos mais graves”, orientou Kristhyna Mello.

Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 11:43 | No comments

Bon Appetite - Especial Kids!

Eu me lembro que, quando era criança, minha mãe nunca me deixava cozinhar. Muitas vezes, as receitas exigiam um nível de habilidade muito alto para minha idade, iam ao fogo, ou precisava usar faca. Daí, minhas experiências se resumiam em fazer sucos sem gelo, daqueles saquinhos indrustrializados...

Pensando nisso, "Gulosinha" estreia um cantinho reservado para a garotada! O "Especial Kids" tem como objetivo incentivar os 'pequetuchos' à gostarem de cozinhar, a inventarem receitas, e, acima de tudo, optarem por alimentos saudáveis. O bom, é que as receitas são sempre fáceis, gostosas, e não vão ao fogo ( como já dizia Eliana na época em que ela ainda cantava a música dos dedinhos: criança, fogo e tesousa-de-ponta não combinam!).
Enfim, um jeito único de animar às tardes: cozinhar brincando!

Bon Appetite!




fonte Terra Culinária

19 de fev de 2011

Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 13:56 | 2 comments

Alimentação fora de casa


A preferência atual dos consumidores são por refeições mais convenientes, no que se refere à facilidade de aquisição, preparo ou o consumo fora do domicílio. Com isso, a alimentação fora de casa está em alta. A escolha acontece principalmente pela falta de tempo, e por acharem mais prático e viável, financeiramente.
Contudo, essa preferência da população pode ser considerada como um dos fatores que mais contribuíram para o aumento das incidências de doenças veiculadas à alimentação. Além disso, as refeições realizadas fora do lar repercurtem diretamente na situação nutricional da população, pois nem sempre elas são balanceadas, do ponto de vista nutricional.

Geralmente, os alimentos são muito calóricos e possuem grande quantidade de conservantes, podendo causar muitas doenças, em destaque a obesidade e as comorbidades associadas. Os estabelecimentos fornecem uma porção maior de comidas, favorecendo também uma ingestão excessva de calorias.
Mas, como toda regra tem sua exceção, alguns locais oferecem comidas saúdaveis do ponto de vista nutricional, sensorial e higiênico-sanitáro.
Por isso, se for necessário comer fora, procure bons estabelecimentos, que, além de satisfazer seu paladar, proporcionem uma boa saúde e nutrição. Saibam comer fora!
Eu, por exemplo, notei uma grande diferença quando a minha alimentação era feita em casa, eu tinha hábitos mais saudáveis. Quando passei a comer fora, principalmente em restarantes self-service e fast-foods, engordei muito. Eu não sou o maior exemplo, pois sempre preferi me alimentar em locais que fornecessem comidas muito calóricas, nunca soube escolher o lugar certo. Agora, sendo uma acadêmica de nutrição, sei a importância de se ter bons hábitos alimentares, sendo fora de casa ou não.

12 de fev de 2011

Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 12:24 | No comments

Bon Appetite! - Sopa de cevada e iogurte





Nos últimos dias, o calor intenso tem castigado praticamente todo o país. Essa situação, além do incontestável incomodo, pode causar danos a saúde, variados desde a indisposição a desidratação. Sem contar, que a é muito mais fácil se entupir de sorvete, cremes, e tortas. Por isso, pra espantar o clima quente, sem se afogar num balde sorvete - se não engordasse tanto, juro que sugeriria isso a vocês - aqui vai um dica saborosíssima de uma Sopa fria! A ideia, admito, é exótica, já que estamos acostumados a saborear o prato de maneira quente. No entanto, essa opção fornece a leveza e facilidade comuns à sopa, com a refrescância necessária pra te afastar daquele balde de sorvete...
Bon Appetite!





Ingredientes:
1 xícara (chá) de cebola picada fininha
sal a gosto
3 xícaras (chá) de caldo de galinha
1/3 de xícara de cevadinha (cevada moída no pilão para sopa)
2 colheres (sopa) de manteiga
3 xícaras (chá) de iogurte
2 colheres (sopa) de hortelã fresca picada fina e um tanto picada para decorar



 Modo de Preparo:
Aqueça a manteiga em uma panela e refogue a cebola até murchar. Adicione a cevada. Junte o caldo de galinha e deixe ferver. Quando levantar fervura, tampe e cozinhe durante 1 hora, ou até a cevada ficar macia. Deixe esfriar e leve à geladeira. Quando a sopa estiver bem gelada, misture o iogurte e as 2 colheres de hortelã. Salgue a gosto e leve novamente à geladeira. Sirva polvilhada com hortelã. 



 Categoria:Sopas
 Temperatura:Gelado
 Dificuldade:Fácil
 Tempo de preparo:1h30
 Rendimento:6 porções
Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 12:15 | No comments

Alimentação errada prejudica o QI de crianças, diz estudo




Crianças que estão acostumadas a comer muitos salgadinhos, batatas fritas, biscoitos e pizzas antes dos três anos de idade podem desenvolver um baixo QI para o resto da vida, segundo pesquisa publicada no site inglês Daily Mail. De acordo dom o estudo, realizado pela Universidade de Bristol, a diferença no QI das crianças que se alimentam de maneira inadequada pode chegar a cinco pontos em relação às crianças que receberam uma alimentação mais saudável com frutas, legumes e comida caseira.

Especialistas alertam que, mesmo que a dieta seja corrigida, o resultado não se altera, pois o período crucial está mesmo no início da infância. Estes dados são alarmantes, pois é o primeiro estudo a sugerir uma ligação direta entre a dieta das crianças aos recursos intelectuais na vida adulta.

O projeto da pesquisa levou em conta fatores como classe social, aleitamento materno, escolaridade e idade materna. Os pesquisadores também permitiram a influência do ambiente doméstico, como o acesso da criança a brinquedos e livros. Analisando todos estes dados, os pesquisadores chegaram à conclusão de que a alimentação é crucial nos primeiros três anos de vida, quando o cérebro cresce em ritmo mais rápido.

O fato é que crianças que consomem alimentos ricos em gorduras e açúcar deixam de consumir vitaminas e nutrientes fundamentais para o desenvolvimento completo do cérebro. Para chegar ao resultado, os pais preencheram questionários sobre os alimentos e bebidas consumidos por seus filhos com idades de três, quatro, sete e oito anos.

Três padrões alimentares foram identificados: uma dieta rica em gorduras e açúcar, uma dieta tradicional de carne e legumes e uma dieta saudável, rica em frutas, salada e legumes. O estudo foi realizado com 4 mil crianças e utilizou um sistema de pontuação para marcar cada tipo de dieta. Para cada aumento de ponto em alimentos saturados, com alto teor de gordura ou açúcar, houve uma queda de 1,67 ponto nos pontos de QI. Já para as crianças que optaram por dietas mais saudáveis, a cada aumento de ponto a favor da dieta, o aumento de QI foi de 1,2 pontos.

Os pesquisadores Pauline Emmett e Kate Northstone disseram que o efeito de uma dieta pobre no desenvolvimento do cérebro poderia durar para sempre e alertam sobre a importância da alimentação no desenvolvimento da criança. No estudo publicado no Jornal de Epidemiologia e Saúde Comunitária, o QI das crianças foi medido quando chegaram aos oito anos de idade.

Estes resultados não querem dizer que você nunca poderá dar ao seu filho alimentos industrializados, refrigerantes ou pizzas, mas que estes tipos de alimentos devem ser consumidos com moderação.

Fonte: Terra

6 de fev de 2011

Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 12:11 | 1 comment

Bon Appetite - Fettuccini ao creme de limão





Quem mora sozinho sabe a dificuldade de cozinhar para si mesmo. Eu tinha um amigo que, no seu primeiro ano fora de casa, comia apenas verdura e arroz branco! A falta de tempo é apenas um dos inúmeros subterfúgios para justificar o grande inimigo de quem vive nessa situação: a indisposição. 


Afinal, é tão mais fácil fazer um hamburger, ou miojo, não é mesmo?


Mas a comodidade que as comidas instantâneas oferecem, praticamente ignoram o prazer de alimentar.
Pensando nisso, Gulosinha oferece pra você uma  sessão com receitas fáceis, saudáveis e, principalmente,  gostosas. 
Pra cozinha já, pessoal.
Bon Appetite!


Ingredientes:
500 g de fettuccine ou outra massa
2 xícaras de creme de leite fresco
1 cebola pequena bem picada
1/4 de xícara de vinho branco seco
3 colheres de sopa de manteiga
1 colher de chá de raspas de casca de limão
4 colheres de sopa de suco de limão
1/4 de xícara de queijo parmesão ralado
sal e pimenta do reino
camarões (opcional)





 Modo de Preparo:
Coloque bastante água para ferver e salgue levemente. Prepare o molho colocando em uma panela a manteiga e a cebola picada, leve ao fogo e refogue até que a cebola esteja bem macia, acrescente metade das raspas da casca de limão e os camarões (se estiver utilizando). Refogue mais um minuto e regue com o vinho branco, deixe evaporar e acrescente o creme de leite e o parmesão. Ferva em fogo baixo por um ou dois minutos. Acrescente o suco de limão, misture e prove o ponto de acidez, se necessário adicione mais um pouco de suco de limão. Acerte o ponto de sal e pimenta do reino e reserve. Coloque a massa para cozinhar na água fervente até que esteja "al dente", escorra e acrescente ao molho, leve ao fogo por um minuto e sirva salpicando com as raspas de limão reservadas. 



 Categoria:Grãos e Massas
 Temperatura:Quente
 Dificuldade:Fácil




Fonte: Terra Culinária
Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 12:06 | No comments

Ministério da Saúde quer promover à alimentação saudável

O Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, anunciou que, até abril deste ano, será lançada uma campanha em favor de uma alimentação saudável. A ideia, conjunta com a indústria alimentícia brasileira, é promover os benefícios de hábitos alimentares balanceados, convocando toda à população.
Alexandre Padilha, Ministro da Saúde.


“Estou conversando com toda a indústria de alimentação, varejo, supermercados e indústria de bebidas para que, em abril, a gente lance uma campanha nacional de promoção da alimentação saudável”, afirmou Padilha.

A noticia foi dada durante sua participação no encontro preparativo à Conferência de Cúpula das Nações Unidas sobre Câncer e outras Doenças Não Transmissíveis, no Instituto Nacional do Câncer (Inca).

O Ministro alertou sobre a importância de estabelecer metas de redução dos níveis de sódio, açúcar e calorias nos alimentos.

“Queremos, cada vez mais, promover os hábitos saudáveis.” finalizou.

4 de fev de 2011

Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 11:51 | 1 comment

Compulsão Alimentar




Comer, uma vez ou outra, uma barra de chocolate inteira não é tão grave, mas quando isso acontece de forma incontrolável e constante, sem sentir fome, pode ser  sinal de compulsão alimentar.


A compulsão alimentar é um transtorno comum onde a pessoa consome grande quantidade de comida de uma só vez, mesmo na ausência da fome. Outros sinais do transtorno a serem citados são: comer até se sentir desconfortavelmente cheio; comer sem pensar nas consequências e de maneira rápida; 
esconder hábitos alimentares por vergonha; 
comer quando está sob pressão ou nervoso; 
expressar descontentamento com a aparência e ás vezes come sem vontade.

Esse transtorno não pode ser definido como gula. Nessa situação, a quantidade consumida, consciensiosamente sobre os possíveis danos.

A maioria das pessoas têm compulsão por alimentos calóricos, mas, por incrível que pareça, algumas apresentam o sintoma por alimentos saudáveis, como as frutas.
  • Karine Mendanha

    Biografia