19 de abr de 2011

Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 13:29 | 2 comments

Momentos da vida em que mais se ganha peso

Comer tudo que se vê pela frente pode ajudar a ganhar uns quilinhos a mais, e essa comilança pode ser maior ainda em alguns momentos da vida. As etapas das nossas vidas em que ficamos mais sujeitos a engordar  podem ser decorrentes de fatores sociais, psicológicos e genéticos. No entanto, esses momentos podem ser controlados pela força de vontade em manter a saúde e o peso adequado.


O ganho de peso pode acontecer quando você....
  • Casa
Quando as pessoas se casam, a maioria delas deixam de se preocupar com a aparência. Afinal, já se casaram e, a princípio, não precisam surpreender mais ninguém. Mas não é só o fato de ficarem mais tranquilos com a aparência! Quando se casa há uma certa ansiedade, pois tudo é novo: nova rotina e novos hábitos alimentares. Os homens casados geralmente passam a ter uma vida menos agitada do que na época de solteiros. Acostumam-se com a rotina do lar, com as comidinhas feitas pela mulher e, com isso, ganham peso. A melhor forma para manter o peso, neste caso, é o casal ter hábitos alimentares saúdaveis, de modo que os dois juntos tenham uma alimentação balanceada e fiquem satisfeitos um com o outro.

  • Fica grávida
Geralmente, na gravidez, as mulheres sentem muita fome e acabam comendo demais e, por estarem nessa fase, acham que pode comer de tudo e por dois. Realmente as necessidades nutricionais da gestante aumentam, mas isso não quer dizer que ela tenha que comer compulsivamente a ponto de engordar mais que o necessário. É importante ter controle sobre a alimentação na gravidez, para que a gestação seja tranquila, o bebê seja saudável e o retorno ao peso pré-gestacional fique mais fácil. Para isso, a melhor opção é o acompanhamento nutricional na gestação. Para ajudar na perda de peso após o parto é essencial a amamentação juntamente com uma boa alimentação e exercícios físicos.
  • Chega aos 30 anos
Quando algumas pessoas chegam aos seus 30 anos ou mais, começam a engordar, principalmente as mulheres. Isso ocorre porque em torno dessa idade há uma queda do metabolismo do indíviduo, ou seja, o organismo vai gastar menos calorias para executar as funções do que costumava gastar quando o indíviduo era jovem. A atividade física realizada com regularidade é fundamental para a manutenção do peso, principalmente a musculação, pois o ganho de massa magra aumenta o metabolismo. Isso ajuda a emagrecer e diminui a flacidez muscular.  E calro, uma boa alimentação associada ao exercício físico é indispensável.

  • Mora sozinho
As pessoas que moram sozinhas geralmente têm dificuldades com a alimentação. Elas preferem fazer as refeições fora de casa por ser mais prático e financeiramente mais viável, já que é só uma pessoa em casa. Quando vão ao supermecado, principalmente jovens, compram muitos alimentos industrializados e menos perecíveis, deixando de lado alimentos saudáveis, como frutas e verduras. Não estabelecem horários para as refeições, comem quando sentem fome. Por fazerem a maioria das refeições sozinhas, não mastigam bem, comem muito rápido. Com base nesses hábitos, pode-se perceber que morar sozinho é estar propenso a ganhar peso. É importante que essas pessoas procurem companhias que tenham os mesmos objetivos de manter a saúde ou emagrecer. Também é indicada a busca por restaurantes self-service em detrimento dos fast-foods, pois os primeiros oferecem uma grande variedade de saladas e outros pratos saudáveis.
  • Perde o emprego
Ficar desempregado é uma sensação muito ruim, que reflete na auto-estima e na vida social do indíviduo. Em alguns casos, o indíviduo não tem vontade de sair de casa, não se preocupa com a aparência e se sente deprimido. Com tudo isso, a comida vem como refúgio para dar sensação de prazer. Perder o emprego realmente não é fácil para ninguém. Mas o que vai adiantar ficar se lastimando? O negócio é bola para frente e tentar outras oportunidades, quem sabe até melhores do que você tinha. E quando elas surgirem é importante ter uma boa aparência e a saúde em dia, porque isso talvez  possa favorecer o retorno ao mercado de trabalho.
  • Briga com o namorado

Quando mulheres brigam com namorado ou marido, algumas delas ficam desorientadas e muitas se consolam com comida, principalmente com alimentos calóricos, como chocolates e sorvetes. No momento da raiva, elas comem doces compulsivamente, buscando um aumento da liberação da serotonina, o hormônio do prazer. A ingestão excessiva desses alimentos pode ocasionar ganho de peso. Os homens muitas vezes buscam alívio em bebidas alcoólicas, o que não é uma regra. Também saem mais. O ideal é manter o estado emocional equilibrado e controlar a ansiedade através da ingestão de alimentos ricos em fibras e do fracionamento das refeições.
  • Comemora festas de final de ano
Nos finais de ano, há muitas datas festivas: amigo secreto, Natal Reveillon, despedidas em geral. As festas são compostas por refeições calóricas com alimentos muito gordurosos, doces e bebidas alcoólicas. Assim, as pessoas comem demasiadamente por serem comidas saborosas. E pensam: tudo é festa no fim de ano. Geralmente viajam e isso também contribui para a comilança. Como ninguém é de "ferro" para fazer dieta nessa época, o melhor a se fazer é conseguir manter o peso, e não se privar de comer seus pratos favoritos. Para não engordar, tentem comer pequenas porções, continuem sua rotina de exercícios e bebam bastante água. E cuidem-se durante o ano todo! Assim, quando chegarem as festas, vocês estarão mais preparado para poder sair da linha!
  • Tem vida social agitada
Quando uma pessoa tem uma vida social muito agitada, sai muito para bares, reunião entre amigos, shows, festas corre... o grande risco de engordar. O que mais têm nesses lugares são bebidas e comidas calóricas e, na maioria das vezes, as pessoas ficam sem graça de recusar as comidas oferecidas. Elas também são influenciadas pelas companhias, a sair e consumir refeições e bebidas calóricas. Para manter a saúde tendo uma vida agitada, a melhor forma é sair com pessoas que tenham bons hábitos alimentares, não abusar de bebidas alcoólicas frequentemente e  procurar bares ou restaurantes que forneçam pratos saudáveis.

  • Tem uma rotina de trabalho ou estudo
As pessoas que trabalham ou estudam demais são bastante estressadas. Com a correria, quase não fazem as refeições principais, não têm horário para comer, trocam essas refeições principais por pequenos lanches e beliscam muito no momento de tensão. Não tem tempo para fazer exercícios, só querem ficar em casa devido ao extremo cansaço. E quando saem, é para baladas, esquecendo-se da caminhada ou academia. Esses fatos mostram que a rotina do trabalho ou estudo proporciona uma alimentação inadequada, causando riscos de ganho peso. O interessante para estas pessos é estabelecer horários para todas as refeições, hidratarem-se bem, organizarem as compras para fazerem lanches saudáveis em casa e no trabalho e reservarem um tempo para os exercícios físicos. Assim terão um melhor rendimento nos estudos ou trabalho.


Realmente, esses momentos da vida são fatores complicadores na manutenção ou perda de peso, mas é preciso ser forte e pensar que se você está satisfeito com seu corpo, a sua auto-estima aumentará e assim terá força de vontade para ter hábitos saudáveis e controle emocional.

Escrito por Karine Mendanha


Categories: ,

2 comentários:

  1. Muito bom o texto, Karine. Incentiva a reflexão sobre as causas do comer em excesso :)
    Bjs, Doralice

    ResponderExcluir
  2. Eu amei essa matéria! Vc arrebenta quando escreve com o coração... Esse seu jeito de escrever sobre as coisas que vê no dia-a-dia é que deixa seus conteúdos tão interessantes! Parabéns, gulosinha!

    ResponderExcluir

  • Karine Mendanha

    Biografia