24 de jul de 2011

Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 13:15 | 2 comments

Dicas de congelamento de carnes

Para conservar os alimentos, principalmente as carnes, é fator determinante o bom armazenamento, o ambiente, entre outros. E para ajudar você, elaboramos uma série de dicas fundamentais!

Carnes Vermelhas
  • Qualquer que seja a carne que você pretende congelar, limpe-a antes scom um pano úmido (evite lavar para não acrescentar mais água). Logo, retire toda a gordura pois produz ranço e se deterioriza mais facilmente,pondo em risco a peça toda.
  • Você pode congelar a carne crua ou cozida. Quando crua, não a tempere, nem mesmo com sal, pois o tempero modifica o sabor e reduz o tempo de estocagem.
  • Ao congelar, coloque as peças em saco plástico, plástico adesivo ou até mesmo em papel alumínio.Retire com cuidado todo o ar de dentro da embalagem para não prejudicar a conservação e evitar escurecimento.
  • Não bata bife antes de congelá-lo, pois o martelo rompe as fibras da carne, ocasionando ressecamento e perdas do valor nutritivo.
  • Carnes defumadas ou em conserva não precisam ser congeladas. Mas se levar ao freezer, para prolongar o prazo de consumo, embale adequadamente.
  • Bifes e costeletas devem ser empilhados em quantidades suficientes para compor uma refeição individual ou familiar. Não se esqueça de separar cada pedaço com plástico ou papel alumínio para não grudar um no outro.Isso vale par hamburgueres e almôndegas.
  • Se congelar carne cozida, prepare-a com pouquíssimo tempero e evite molhos. Asse ou a refogue normalmente, deixe esfriar e acondicione em uma travessa para que ela tome o seu formato, facilitando a ida ao forno. Use o método de forrar o recipiente, caso não disponha de muito espaço no freezer.
Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 10:09 | No comments

Receitas sem glúten

Rocambole salgado sem glúten





Ingredientes
- 3 U de ovos
- 1/4 XCH de polvilho doce
- 1/4 XCH de polvilho azedo
- 1/2 CS de fermento em pó químico
- 1/2 CCH de sal


Recheio
- 150 g de carne moída
- 2 CS de óleo de canola
- 1 U cebola picada
- 1 CS de cheiro verde bem picado
- 1/2 CCH de sal
- 1 U de tomate picado sem casca e sem semente
- 1/4 XCH de água quente
- 1 XCH de molho de tomate pronto


* Modo de preparo
Massa
Bata as claras em neve, adicione as gemas peneiradas, uma a uma e bata bem;
2° Adicione os demais ingredientes e bata até a massa ficar bem cremosa;
3° Asse em forma untada e polvilhada (polvilho azedo) em forno médio por 15-20 minutos. Ela deve ficar amarelinha mas sem dourar;
4° Desinforme ainda quente sobre um pano úmido.


Recheio
Sapeque a cebola na panela e acrescente o tomate e em seguida o frango desfiado;
2° Deixe refogar um pouco e adicione o óleo;
3° Coloque amido de milho para dissolver num pouco de água e acrescente ao refogado;
4° Veja se está bom de sal e misture o cheiro verde;
5° Coloque o recheio na massa e enrole;
6° Cubra com o molho de tomate;
7° Corte em fatias grossas e sirva.

23 de jul de 2011

Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 13:29 | No comments

Ômega-3 reduz ansiedade de estudantes

           Inúmeros  efeitos dos óleos ômega-3 para a saúde já são bem conhecidos, e bem documentados pela ciência.
           Agora, em uma descoberta surpreendente, cientistas verificaram que o óleo de peixe tem um forte efeito sobre a ansiedade em pessoas jovens saudáveis.
          O efeito parece se dar em associação com a diminuição na resposta imunológica inflamatória, que tanto pode ser uma reação normal do organismo para se defender quanto uma característica associada com vários tipos de doenças.
          As descobertas sugerem que, se pacientes jovens são beneficiados por um suplemento alimentar tão específico, os benefícios para os pacientes mais idosos podem ser ainda maiores.

Imunidade e estresse

           O trabalho é mais um a documentar uma ligação entre a imunidade - a resposta inflamatória - e o estresse psicológico.
Os ácidos graxos poli-insaturados ômega-3 - incluindo o ácido eicosapentanoico (EPA) e docosahexanoico (DHA) - são considerados aditivos importantes para a dieta.
Pesquisas anteriores sugeriram que esses compostos têm um papel importante na redução dos níveis de citoquinas no corpo - as citoquinas são compostos que promovem a inflamação e com uma ação redutora dos sintomas da depressão.
         Como o estresse psicológico tem uma forte associação com a produção de citoquinas, os pesquisadores da Universidade de Ohio, nos Estados Unidos, queriam saber se o ômega-3 poderia inibir esse processo, reduzindo a resposta inflamatória.



              "Nós levantamos a hipótese de que os suplementos de ômega-3 poderiam diminuir a produção das citoquinas pró-inflamatórias," explicou Janice Kiecolt-Glaser, uma das autoras da pesquisa. "Nós imaginamos que o ômega-3 poderia reduzir o aumento das citoquinas induzidas pelo estresse, que normalmente vem com o nervosismo associado com as provas."
              As provas a que a pesquisadora se refere são provas escolares feitas pelos estudantes de medicina, que serviram como voluntários para os testes.
           Embora a inflamação seja uma resposta imunológica natural que ajuda o corpo a se curar, ela também desempenha um papel perigoso em doenças que vão da artrite às doenças do coração e até ao câncer.
             O grupo de estudantes que tomou os suplementos de ômega-3, que continham de três a quatro vezes a quantidade de ômega-3 encontrada em uma porção de peixe, teve uma redução tanto na inflamação quanto na ansiedade, comprovando a hipótese dos cientistas.

Fonte:  O Diário da Saúde
Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 13:17 | No comments

Intolerância a lactose

   Durante o processo de digestão, a lactose deve ser hidrolisada no intestino delgado em glicose e galactose. A hidrólise da lactose é realizada por uma enzima, conhecida como lactase.
     Algumas pessoas têm má absorção ou  má digestão de lactose, isso porque  há um declínio na atividade da lactase na mucosa do intestino. Esse fenomeno é chamado hipolactasia e pode ser primária ou secundária.
    Após o desmame, ocorre uma redução geneticamente irreversível da atividade da lactase na maioria das populações do mundo, resultando em má absorção primária de lactose. A
hipolactasia também pode ser secundária a doenças que causem dano na  mucosa do intestino delgado ou que aumentem significativamente o tempo de trânsito intestinal, como nas enterites infecciosas, doença celíaca, doença inflamatória intestinal (especialmente doença de Crohn), enterites induzidas por drogas ou radiação e doença diverticular do cólon. Diferentemente da hipolactasia primária do adulto, a hipolactasia secundária é transitória e reversível.
   O aparecimento de sintomas abdominais por má absorção de lactose caracteriza a intolerância à lactose.



  Os sintomas típicos incluem dor abdominal, sensação de inchaço no abdome, flatulência, diarreia, borborigmos e, particularmente nos jovens, vômitos. A dor abdominal pode ser em cólica e frequentemente é localizada na região periumbilical ou quadrante inferior. As fezes usualmente são volumosas, espumosas e aquosas. Uma característica importante é que estes indivíduos, mesmo com quadro de diarreia crônica, geralmente não perdem peso. Em alguns casos a motilidade gastrintestinal está diminuída e os indivíduos podem se apresentar com constipação.
.
Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 11:32 | No comments

Conferência de Segurança Alimentar e Nutricional será na próxima semana

A Administração Municipal, através das secretarias municipais de Assistência Social, Cidadania e Trabalho, Educação e Cultura, Meio Ambiente e Saúde, realiza no dia 28 de julho, a partir das 7h, no anfiteatro da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campus Três Lagoas, Unidade I, a Conferência de Segurança Alimentar e Nutricional.

A Conferência Municipal é orientada pelo Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (CONSEA) com a finalidade de discutir propostas e eleger dois delegados para representar Três Lagoas na Conferência Estadual.
O que é o CONSEA?
O Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (CONSEA) é um instrumento de articulação entre governo e sociedade civil na proposição de diretrizes para as ações na área da alimentação e nutrição. Instalado no dia 30 de janeiro de 2003, o Conselho tem caráter consultivo e assessora o Presidente da República na formulação de políticas e na definição de orientações para que o país garanta o direito humano à alimentação.
Inspirado nas resoluções da Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, o Consea acompanha e propõe diferentes programas, como Bolsa Família, Alimentação Escolar, Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar e Vigilância Alimentar e Nutricional, entre muitos outros.


Fonte: Assessoria de Imprensa/ Jornal do Povo

4 de jul de 2011

Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 12:41 | 2 comments

Vinho tinto tem efeito similar ao exercício físico

Por mais estranho que possa parecer, cientistas estão sugerindo que o ingrediente saudável do vinho tinto, o resveratrol, pode prevenir os efeitos negativos causados pelo estilo de vida sedentário.
O estudo, publicado no conceituado periódico científico FASEB Journal, concluiu que a ingestão diária de resveratrol previne os efeitos nocivos que a ausência de gravidade exerce sobre os músculos e o metabolismo ósseo dos astronautas.
O trabalho descreve experiências em ratos que simularam a ausência de gravidade dos voos espaciais.
O grupo que ingeriu resveratrol não desenvolveu resistência à insulina ou perda de densidade mineral óssea, como aconteceu com aqueles que não foram alimentados com resveratrol.


Os pesquisadores sugerem que o resveratrol pode igualmente ser capaz de prevenir as consequências danosas dos comportamentos sedentários dos seres humanos em condições de gravidade normal. Os resultados do estudo também demonstram alguns dos mecanismos pelos quais o resveratrol age para impedir a perda óssea e muscular gerada pela falta de atividade.
O composto resveratrol é encontrado no vinho tinto, embora o álcool presente no vinho possa ter efeitos nocivos para a saúde.
Fonte: O Diário da Saúde
Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 12:36 | No comments

Alfarroba

Nome científico: Ceratonia siliqua L

Nativa da Costa do Mediterrâneo, a Alfarroba (do árabe al karrub),  é uma vagem, semelhante ao feijão, de cor marrom escuro e sabor adocicado. É comercializada  na forma de pó. Além disso, é muito utilizada para substituir o cacau  na produção de chocolates.

É considerado um alimento saudável e de alto valor nutritivo. A alfarroba contém vitamina A, vitamina B1, B2, niacina, cálcio, ferro e magnésio
.

Estudos recentes mostraram que a alfarroba tem grande quantidade de fibras solúveis, proporcionam retardo na absorção de glicose, redução no esvaziamento gástrico (maior saciedade), diminuição dos níveis de colesterol sanguíneo e proteção contra o câncer de intestino.
Além do mais, possui elevado potencial antioxidante, que auxilia no combate
de radicais livres e doenças degenerativas.

 Na gastronomia, a alfarroba é usada para produção de chocolates, bolos, sobremesas, crepes e bebidas. Sendo utilizada  também nas indústrias alimentícias e farmacêuticas na produção de gomas e espessantes.



Fonte: Nutrição em Foco
Posted by KARINE MENDANHA DE ARAÚJO Posted on 09:18 | 1 comment

Aleitamento materno

Vantagens do aleitamento materno

*É o melhor alimento para o bebê
*É de fácil digestão
*Protege o bebê contra várias doenças
* Transmite amor e carinho, fortalecendo a relação mãe e filho
* Está sempre pronto, em qualquer hora e lugar, na temperatura ideal
* É de graça

Dicas de aleitamento materno

- Cuide adequadamente das mamas. Para evitar rachaduras, não lave os mamilos antes e depois das mamadas. Basta o banho diário, evitando o uso de sabonetes dos mesmos.

- Coloque o bebê na posição correta para mamar. Para que o bebê sugue bem, ele deve estar em posição de poder abocanhar não só o mamilo (bico do peito), mas grande parte da auréola(parte escura do peito), com o corpo totalmente voltado para a mãe (barriga com barriga).

- Sugar o peito é o que estimula a produção do leite. Por isso, não dê ao filho chás, água, sucos ou outro leite nos 6 primeiros meses de vida.

- Evite que a mama fique muito cheia e pesada. Se isto acontecer, lave bem as mãos, faça massagens circulares com as pontas dos dedos, pressionando as mamas do mamilo para a base.
Depois, coloque os dedos onde termina a aréola e aperte com cuidado até o leite sair, guarde em um frasco de vidro fervido por 10 minutos, no congelador da geladeira e do freezer por 15 dias ou doe para um banco de Leite Humano.

- O uso de de bicos, chupetas, mamadeiras devem ser evitados, pois prejudicam a amamentação, uma vez que os bebês que fazem uso de mamadeiras acabam largando o peito.

- A mãe que amamenta deve tomar líquidos em abundância, melhorar a alimentação, dormir e descansar sempre que possível.
  • Karine Mendanha

    Biografia